Laboratório das Artes promove Oficina de Desenho de Rua (postado em 11 de Maio 2018)

 


O Laboratório das Artes fará no próximo Domingo, 20 de Maio, a partir das 9h30 uma Oficina de Desenho de Observação na rua - Urban Sketch, dentro da programação da mostra "Paisagens Urbanas", que reúne trinta e três desenhos em várias linguagens e técnicas de onze artistas que participam de movimentos como o "Urban Sketch", que se dedicam a documentar, interpretar e retratar o que vem nas ruas das cidades do planeta, em especial sua arquitetura e paisagem urbana.
A oficina trará um workshop de desenho de observação com os artistas Atalie Rodrigues Alves, Ivo Indiano e Uiliam José a partir de caminhada pelas ruas do Centro de Franca em torno da arquitetura modernista local. Um estímulo à exploração da cidade por meio da anotação e do esboço produzidos em contato direto com o entorno durante a caminhada, em desenhos de observação individuais, após uma rápida palestra ilustrativa da arquitetura modernista de Franca ministrada pelo professor do mestrado em Políticas Públicas da UNESP-Franca, arquiteto Mauro Ferreira.
Para participar não é necessário saber desenhar, basta querer participar e confraternizar com pessoas que praticam desenho de observação. Os participantes devem trazer material básico de desenho para seu uso e os instrumentos e suportes de sua preferência. É recomendável o uso de roupas e sapatos confortáveis para a caminhada, assim como boné e protetor solar. Inscrições serão feitas até o dia 18 de Maio, pelo telefone 3722-5004.

Domingo, 20 de Maio, das 9h30 às 12h30
Palestra e saída do Laboratório das Artes (Rua Cuba, 1099 - Jardim Consolação)
Atividade gratuita

OFICINA PAISAGENS URBANAS


CineLAB apresenta "A Hora Oficial", comédia italiana (postado em 07 de Maio 2018)

 


Na próxima quinta-feira, 17 de Maio, o CineLab apresenta da comédia italiana "A Hora Oficial", a partir das 20 horas, com entrada gratuita. Numa pequena cidade da Sicília os moradores se empenhar em eleger um professor que representa o contraponto ao prefeito corrupto e nepotista. O professor ganha e começa a fazer cumprir a lei e a acabar com os privilégios. Os moradores entram em pânico e se rebelam: o que cada um esperava era que o prefeito fosse conceder privilégios a quem votou nele. Qualquer semelhança com a situação brasileira é mera coincidência.
Dirigido por Salvatore Ficarra e Valentino Picone e lançada no ano passado, a comédia se debruça sobre a desonestidade dos políticos e as esperanças numa mudança política que não se dará sem que a própria sociedade mude. Não parece a história de um país que conhecemos?

CineLAB: A Hora Oficial


Arte na Região (postado em 07 de Maio 2018)

 


Entre os dias 18 e 27 de Maio, a cidade de Araraquara irá receber um coletivo de artistas para a realizaç]ão do projeto "Arte ao Centro", uma iniciativa que envolve artistas de Portugal, da cidade de Torres Vedras, e brasileiros, de Araraquara, São Carlos e Ribeirão Preto.
A atividade é uma realização da Prefeitura Municipal de Araraquara, assim como da Câmara Municipal de Torres Vedras e do SESC Araraquara, e tem como objetivo a produção de arte e troca de experiências entre artistas e comunidade.
Por meio do projeto, que tem curadoria do artista plástico Lauro Monteiro, a cidade irá receber cinco artistas, que irão oferecer oficinas gratuitas para na área de artes visuais, com foco na arte contemporânea, com a intenção de aproximar as diferentes culturas, promover um intercâmbio cultural e fomentar a arte como meio de inclusão social e construção da cidadania.


LAB participa da Semana dos Museus (postado em 07 de Maio 2018)

 


Há 200 anos surgia o primeiro museu no Brasil: o Museu Nacional/UFRJ, no Rio de Janeiro (RJ). O Laboratório das Artes de Franca foi criado em 1983, mas passou a funcionar como museu apenas em 2009. De lá para cá, muita coisa mudou, seja na sociedade como também no fazer museal. Os públicos de hoje, cada vez mais exigentes e segmentados, ensejam novas abordagens, especialmente em uma era na qual a internet ampliou em larga escala a produção e o acesso à informação.
Será que o mundo hiperconectado se difere daquele outro artesanal, da comunicação boca a boca e de adereços feitos de papel crepom? O que eles têm em comum? É impossível compreender o papel dos museus sem considerar as possíveis conexões entre essas instituições e seus públicos, sejam elas intermediadas pelos sujeitos e pelas políticas museais, sejam pelas tecnologias. Amplia-se, dessa forma, o atendimento às demandas por pertencimento, participação, acessibilidade e diálogo das comunidades, segmentos e grupos sociais, com as instituições museais.
O tema da Semana dos Museus em 2018, "Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos" cria um amplo espectro de caminhos a serem tomados. Por isso, a participação do LAB das Artes na Semana dos Museus se dará através da exposição "Paisagem Urbana" (em cartaz até 29 de Junho), de oficinas (dia 20, de urban sketch) e uma palestra (dia 11 de Maio, Sexta-feira, a partir das 10h) sobre a preservação do patrimônio arquitetônico de Franca, que se ressente de uma política pública mais atuante.


LAB das Artes traz Exposição "Paisagens Urbanas" (postado em 30 de Abril 2018)

 


O Laboratório das Artes apresenta a partir de Sábado, 05 de Maio (até o dia 29 de Junho) a mostra "Paisagens Urbanas", que reúne trinta e três desenhos em várias linguagens e técnicas de onze artistas que participam de movimentos como o "Urban Sketchers", que se dedicam a documentar, interpretar e retratar o que vem nas ruas das cidades do planeta, em especial sua arquitetura e paisagem urbana. A mostra, com curadoria da artista Atalie Rodrigues Alves, apresenta três trabalhos de cada um dos participantes: Eduardo Bajzer (São Paulo), Eliel Américo Silva (Brasília), Flávio Miranda e Joel Venceslau (São Carlos), Jozz Zugliani (Jaú), Laura Barichello (São Paulo), Lauro Monteiro (Paraty), Renato Palmuti (São Paulo), Ricardo Falcoski (São José do Rio Preto), Tarcísio Bahia (Vitória) e Ubirajara Jr. (Ribeirão Preto).
A ideia de criar um movimento pelos que desenham nas ruas surgiu em 2008. Após observar um número cada vez maior de pessoas compartilhando seus desenhos feitos ao ar livre na web, o jornalista espanhol e residente nos Estados Unidos Gabriel Campanario criou o blog www.urbansketchers.org para reunir entusiastas desse tipo de atividade artística, onde passaram a compartilhar ideias, técnicas e como os desenhos foram feitos. Os desenhos contam histórias do dia a dia, dos lugares em que vivem os artistas ou para onde viajam, são um registro do tempo e do lugar retratado. O sketch é um registro gráfico, um desenho de observação direta tendo o papel como suporte, utilizando-se de qualquer material para desenvolver a composição, como lápis, nanquim, aquarelas, dentre outros.
Desde então esse grupo vem crescendo rapidamente, contando hoje com mais de 200 grupos regionais oficiais que mantém as mais diversas atividades regulares envolvendo a prática e a divulgação do desenho de rua, reunindo assim dezenas de milhares de pessoas na internet e em seus encontros regionais e internacionais.
O evento se insere na proposta do LAB de apresentar ao público local novidades do mundo das artes visuais, incentivar a produção local e ampliar a visibilidade das artes na vida da cidade. No dia 20 de Maio (Domingo), o Laboratório das Artes vai oferecer gratuitamente uma oficina de sketch aos interessados das 9 até as 12h, cujas inscrições podem ser feitas pelo facebook ou pelo telefone 3722-5004.

Abertura: 05 de Maio, Sábado, 20h
A exposição irá até o dia 29 de Junho de 2018.
Laboratório das Artes: Rua Cuba, 1099 - Jardim Consolação - Telefone (16) 3722-5004
www.laboratoriodasartes.com.br
www.facebook/labdasartes

Horário de visitas: Segunda a Sexta, das 10h às 12h e das 14 às 17h.
Acesso gratuito
Visitas monitoradas devem ser previamente agendadas

Oficina de Sketch: dia 20 de Maio, Domingo, das 9 às 12 horas.

Exposição: Paisagens Urbanas


Ciclo de Palestras "Alfredo Henrique Costa - A Esquerda em Franca" (postado em 26 de Abril 2018)

 


No mês de Agosto, o LAB vai apresentar um ciclo de palestras sobre o papel histórico da esquerda em Franca na arte, na cultura e nas políticas públicas. Os painéis sobre arte social, história política e cultural serão apresentados pelos professores Agnaldo Barbosa (UNESP-Franca), Regina Bastianini e Cassiano Pimentel entre os dias 7 e 9 de Agosto, abertas ao público. O ciclo vai ter como patrono homenageado o falecido professor Alfredo Henrique Costa, que teve importante papel na difusão cultural e no jornalismo local.


Exposição "Paisagens Urbanas" (postado em 26 de Abril 2018)

 


O Laboratório das Artes apresentará a partir de Sábado, 05 de Maio (até o dia 29 de Junho) a mostra "Paisagens Urbanas", que reúne trinta e três desenhos em várias linguagens e técnicas de onze artistas que participam de movimentos como o "Urban Sketchers", que se dedicam a documentar, interpretar e retratar o que vem nas ruas das cidades do planeta, em especial sua arquitetura e paisagem urbana. A mostra, com curadoria da artista Atalie Rodrigues Alves, apresentará três trabalhos de cada um dos participantes: Eduardo Bajzer (São Paulo), Eliel Américo Silva (Brasília), Flávio Miranda e Joel Venceslau (São Carlos), Jozz Zugliani (Jaú), Laura Barichello (São Paulo), Lauro Monteiro (Paraty), Renato Palmuti (São Paulo), Ricardo Falcoski (São José do Rio Preto), Tarcísio Bahia (Vitória) e Ubirajara Jr. (Ribeirão Preto).

Exposição: Paisagens Urbanas


CineLAB apresenta "O Outro lado da esperança", premiado drama Finlandês (postado em 10 de Abril 2018)

 


Na próxima Quinta-feira, 19 de Abril, o CineLAB apresenta o drama finlandês "O Outro Lado da Esperança", a partir das 20 horas, com entrada gratuita. Khaled chega ao porto de Helsinque escondido em um contêiner de carvão, depois de fugir da guerra na Síria em busca de asilo na Finlândia. Frustrado com a administração monolítica que encontra no centro de detenção, ele logo foge para as ruas. Lá, encontra Wikström, um ex-vendedor de camisas que se separou da mulher alcóolatra para começar uma nova vida como dono de um restaurante. Juntos, eles ajudam um ao outro a enfrentar as dificuldades que surgem nesse desconhecido e desconcertante novo mundo.

O filme do diretor Aki Kaurismäki é um regresso ao seu estilo cômico e seco para lidar com a crise dos refugiados, sem qualquer pudor em mostrar o racismo e a violência a que migrantes podem estar sujeitos. Foi o ganhador do "Urso de Prata" de melhor diretor no Festival de Berlim. O filme dialoga com a exposição "Rompendo Fronteiras", da artista Vera Ferro, que ainda pode ser vista na sede do LAB, até o final de Abril.

CineLAB: O Outro Lado da Esperança


Exposição "Paisagens Urbanas" será próxima atração (postado em 10 de Abril 2018)

 


Com a participação de dez desenhistas e artistas de várias cidades brasileiras, o LAB prepara para a primeira semana de Maio a abertura da exposição "Paisagens Urbanas", que traz desenhos de ruas, prédios, praças e outros locais de várias cidades em linguagens e técnicas muito próprias. Serão 30 obras na mostra, com obras de artistas de cidades como São Paulo, São Carlos e São José do Rio Preto, dentre outras.


LAB deve lançar Livro de Crônicas (postado em 10 de Abril 2018)

 


O arquiteto e professor Mauro Ferreira, um dos coordenadores do LAB, deve lançar pelo selo do Laboratório das Artes, seu novo livro de crônicas intitulado "Anacrhônicas da Franca do Imperador", com textos que vem publicando pela internet nos últimos cinco anos, selecionados por um grupo de leitores. A previsão do lançamento, que entrou em fase de produção gráfica, é para a primeira semana de Agosto.


Sertãozinho recebe Exposição do Laboratório das Artes de Franca (postado em 16 de Março 2018)

 


Será inaugurada no Museu da Cidade - CEMM de Sertãozinho (Rua Expedicionário Lellis, 1500 - Centro), na noite desta sexta-feira, às 19 horas, a mostra Gravura do LAB Franca que reúne a produção recente do núcleo de gravadores do LAB Atalie Rodrigues Alves, Denise Muller, Ivo Indiano, Marisi Mancini e Uiliam José, constituída por um conjunto de 27 gravuras em várias técnicas como linóleo, metal e xilogravura.
Os participantes, que estarão presentes na abertura do evento, atuam no coletivo de artistas que integram o movimento cultural do Laboratório das Artes de Franca - LAB, movimento cultural da cidade de Franca, importante centro industrial localizado no interior do estado de São Paulo onde o grupo mantém um pequeno museu privado de artes visuais modernas.
A curadoria da mostra é de Atalie Rodrigues Alves e a montagem e educativo é de Rodrigo Touso, diretor e responsável pelo Museu da Cidade.

Exposição: "Gravura do LAB Franca" - Gravuras de Atalie Rodrigues Alves, Denise Muller, Ivo Indiano, Marisi Mancini e Uiliam José.
Abertura: Dia 16 de Março, das 19 às 21 horas
Visitação: até 15 de Maio de 2018
Horário: de Segundas a Sextas-feiras, das 8h30 às 17h e das 18h às 21h
Local: Museu da Cidade - CEMM - Sertãozinho
Endereço: Rua Expedicionário Lellis, 1500 - Centro - Sertãozinho (SP)
Entrada Franca

Exposição: Gravura do LAB | Sertãozinho


CineLAB apresenta "O Visitante", drama sobre imigração (postado em 09 de Março 2018)

 


Na próxima Quinta-feira, 15 de Março, o CineLAB apresenta o drama "O Visitante", a partir das 20 horas, com entrada gratuita. O Visitante é um filme americano de 2007 escrito e dirigido por Thomas McCarthy e estrelado por Richard Jenkins. O filme trata da vida de um professor universitário, viúvo e solitário já na meia idade cuja vida muda quando se depara com questões como identidade, imigração e relações multiculturais em um mundo pós 11 de Setembro. Por O Visitante, McCarthy ganhou o Independent Spirit Award de Melhor de Diretor
Walter Vale é um viúvo solitário que dá aula de economia na Connecticut College. Ele preenche seu tempo com aulas de piano para tentar imitar sua esposa, uma pianista clássica, e frequentemente trabalha em um livro. Quando é mandado para Nova Iorque para apresentar um trabalho em uma conferência acadêmica na universidade, ele não fica entusiasmado.
Ao chegar a seu apartamento em Manhattan, descobre um casal vivendo lá. Eles são Tarek, um sírio-palestino tocador de djembê, e Zainab, uma senegalesa designer de jóias. Mais tarde descobre que ambos são ilegais no país. Embora não tenham para onde ir, eles juntam suas coisas e vão embora, porém Walter os segue e os convence a voltar. Nos dias que se seguem, uma amizade se desenvolve. O filme tem relação com a questão da imigração e dos refugiados, tema das obras da artista Vera Ferro em cartaz no LAB.

CineLAB: O Visitante


Começaram os Cursos de Artes (postado em 06 de Março 2018)

 


Os cursos livres do Laboratório das Artes de Franca, com duração anual, de Desenho, Pintura e Gravura foram iniciados. Estão sendo oferecidos o curso básico e para os mais experientes, o curso avançado. São explorados os desenhos de observação, criação e memória, abrangendo técnicas que vão do grafite ao nanquim, do lápis de cor ao giz pastel para os interessados em desenho. Para pintura são oferecidas as técnicas de aquarela, guache, têmpera, acrílica e óleo sobre tela. Em gravura são desenvolvidas as técnicas de xilogravura e linóleogravura. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3722-5004 ou pelo Facebook do Lab das Artes.


Inaugurada Exposição "Rompendo Fronteiras" (postado em 06 de Março 2018)

 


A exposição da artista Vera Ferro "Rompendo Fronteiras" foi inaugurada na noite do Sábado, 3 de Março e prossegue até o final de Abril. As obras da artista campineira tratam de um candente tema do momento, o da imigração forçada de grandes contingentes populacionais fugindo de conflitos e da miséria em suas regiões. A exposição tem entrada gratuita de Segunda a Sextas-feiras, das 10 às 12h e das 14 às 17h. Horários especiais de grupos podem ser atendidos e agendados mediante contato prévio, com o educativo do LAB pelo telefone 3722-5004.



INICIAL 64 63 62 61 ...